Teatro e Marionetas de Mandrágora

A Mulher Pássaro / projeto comunitário

Um projeto comunitário desenvolvido entre o Teatro e Marionetas de Mandrágora e a Associação Recreativa Cultural e Social de Silveirinhos de Gondomar ao abrigo do projeto "Operação PALCO'S - Um projeto de arte comunitária", com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar.
M.3 . 01h00
A Mulher Pássaro
A Mulher Pássaro
O teatro é uma excelente ferramenta de questionamento. Fomos beber às lendas locais a inspiração. Lendas de bruxas percorrem todo o território nacional, o que encerram estas figuras femininas, no seu lado místico, poderosos e desafiador de medos. A criação permitiu muitas procuras, algumas respostas, outras tantas interrogações: Durante mais de 300 anos, as fogueiras foram um instrumento de repressão e morte para milhares de mulheres condenadas por bruxaria.
A bruxaria era uma calamidade tão real quanto as pestes, intimamente ligada à natureza feminina.
Existiu durante muitos séculos uma aversão à mulher como ser mais fraco e, portanto, mais propenso a sucumbir à tentação diabólica. Sabemos hoje que os mitos das bruxas foram criados para subjugar as mulheres. Curandeiras, vitais para uma sociedade onde a medicina ainda era uma ciência incipiente, tornavam-se facilmente hereges. É possível que as mulheres consideradas bruxas usassem a sua sabedoria sobre as ervas naturais para fazer as suas "poções" de cura, e o que muitos viam como a prática de bruxaria, na verdade, seriam os primórdios do que hoje conhecemos como medicina tradicional. Para essas mulheres, a criação destes remédios naturais levava anos de prática através de muitas tentativas, testando as combinações de ervas e os efeitos que produziam, e dentro de uma visão patriarcal, sendo esta sabedoria uma potencial ameaça ao poder. Além do fato dessas mulheres usarem os conhecimentos para a erradicação de epidemias que porventura ocorriam nas suas comunidades, tal despertou a ira da instituição médica masculina em ascensão. Ainda hoje, esta forma de repressão acontece em alguns países Africanos, é o caso da Nigéria onde esta superstição do mau-olhado e tragédia recai sobre crianças, que acusadas de bruxaria são muitas vezes torturadas, abandonadas e vítimas de grandes atrocidades.

Este projeto foi iniciado em abril de 2021, envolvendo a comunidade na ampla dimensão do teatro das marionetas, através de oficinas de teatro, formas animadas e cinema de animação propostas pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora.
Partindo da lenda de S. Pedro da Cova "O poço das bruxas" nasce a criação comunitária "A Mulher Pássaro", que além de partir do património imaterial local e da sua identidade cultural, integra a vivência, os desejos e anseios dos participantes dando-lhes voz e corpo. Assim através deste projeto nasce um espetáculo que questiona a figura da mulher no espaço da lenda e da realidade do quotidiano. Esta criação muito desafiadora desconstrói os simbolismos e reinterpreta a lenda de forma a dar voz às inquietações do coletivo.
O trabalho artístico comunitário trouxe ao mesmo uma riqueza ímpar só possível pelo empenho e dedicação de todos os que o integram.
A metáfora diz-nos que as bruxas sempre foram mulheres à frente do seu próprio tempo, livres e emancipadas. Hoje celebramos a sua coragem, o poder de ser mulher.

download

ARQUIVO IMAGEM ÁLBUM 1.2 Mb
ARQUIVO IMAGEM DEPOIMENTOS 6.6 Mb
ARQUIVO IMAGEM PESQUISA 23.1 Mb
ARQUIVO IMAGEM DESENHOS 53.5 Mb
ARQUIVO IMAGEM GALERIA 890.5 Mb
ARQUIVO IMAGEM POVO 11.1 Mb