Teatro e Marionetas de Mandrágora

Palco das Marionetas

exposição em cena

uma visita ao espólio de 22 anos da companhia

todos os públicos
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Palco das Marionetas
Caminhar pela exposição do “Palco das Marionetas” é sobretudo fazer uma viagem por um mundo muitas vezes desconhecido, que nos deslumbra, encanta e nos permite observar, tomando o tempo seguindo o seu ritmo. Fruir pela estética, pela arte, pelo universo das figuras, dos objetos, das formas animadas, numa sinergia da escultura e da cenografia que em cena atua como gerador de vivências teatrais.
Neste espaço de múltiplas viagens, os escultores, cenógrafos, figurinistas e demais criativos apresentam o seu trabalho que aqui se prefigura na sua dimensão de observação plena, numa possibilidade de análise próxima. Despojadas estas figuras de movimento, mas um movimento que se antevê e se indicia. Sabendo que estas figuras habitaram a cena, caminharam pelo palco, falaram para os seus públicos, viveram e morreram em cena, estão agora afastadas dos seus manipuladores, atores e bailarinos, deixando a sensação de uma imobilidade temporária.
Um espaço repleto, diverso, pleno de técnicas, de materiais, de formas, de escalas, cada uma distinta e extremamente específica, tão particular que a torna única. Ao viajar por esta dimensão potenciamos a descoberta, a metáfora, o espaço onírico, o encantamento dos distintos públicos que aceitam este convite, quer sejam crianças, jovens, adultos ou grupos particulares.

Saber que são tão diversos aqueles que nos visitam leva-nos a tentar criar um lugar acessível, capaz de ser lido de modo simples ou até aprofundado, entendendo a extrema complexidade que por vezes a arte propõe. A sua leitura, o apoio em áudio guias, os registo braile e a peça que destacamos para pessoas invisuais são uma tentativa de nos unir, de apaziguar diferenças, de atenuar distâncias.
Aqui estão patentes décadas de trabalho continuado, cada figura, cada marioneta é como um instrumento que se aprende a colocar em movimento, a imprimir vida a estes objetos que aqui estão imóveis. Com esta viagem quisemos sobretudo lançar ideias, pistas, proporcionar um espaço de emoções, colocando em cada peça um conjunto de elementos que nos leva a percecionar a narrativa que ali se encontra encerrada, oferecendo um mundo para muitos desconhecidos, que estamos em crer ser deslumbrante descobrir.


atividades paralelas

vídeo

ficha artística

TEXTOS enVide neFelibata, Filipa Mesquita
REVISÃO enVide neFelibata, Filipa Mesquita
EDIÇÃO ÁUDIO enVide neFelibata
DIREÇÃO ARTÍSTICA enVide neFelibata
CURADORIA enVide neFelibata
CENOGRAFIAS, MARIONETAS, FIGURINOS E ADEREÇOS Clara Ribeiro, enVide neFelibata, Filipa Mesquita, João Pinto, Manuel Matos Silva, Marta Fernandes da Silva, Migvel Tepes, Patrícia Costa
EQUIPAMENTO EXPOSITIVO enVide neFelibata, Migvel Tepes
DESIGN enVide neFelibata
MONTAGEM enVide neFelibata, Hélder David Duarte
DESMONTAGEM enVide neFelibata, Hélder David Duarte
PRODUÇÃO EXECUTIVA Hélder David Duarte
PRODUÇÃO Teatro e Marionetas de Mandrágora
APOIO República Portuguesa - Cultura, DGARTES – Direção-Geral das Artes, Município de Espinho/Câmara Municipal de Espinho, Município de Gondomar

download

ARQUIVO IMAGEM PROMO I 16 Mb

agenda

1 JAN 2024 . SEGUNDA-FEIRA > 31 DEZ 2024 . TERÇA-FEIRA
F.A.C.E. - Fórum de Arte e Cultura de Espinho, Espinho, Aveiro■ ■ ■
24 JUL 2024 . QUARTA-FEIRA > 14 SET 2024 . SÁBADO
Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, Guarda, Guarda■ ■ ■

histórico

+ INFO
^